14 de mar de 2010

Serenidade (Paulo Roberto Gaefke)

.

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

"Serenidade e calma,
necessidades da alma,
fonte de águas refrescantes,
paz infinita e calmante,
caminho da elevação,
certeza e determinação."

"Desligue-se" por alguns instantes,
fixe o foco dos seus olhos em você,
olhe para dentro de si mesmo,
coloque para fora o seu "eu",
desperte para a realidade,
espante os problemas criados
pela ansiedade.

Somente quando estamos "tranqüilos",
somos capazes de ver as coisas
como elas realmente são.

A ansiedade gera o medo,
o medo gera a paralisação,
a paralisação inibe as atitudes,
sem atitude somos vítimas do fracasso,
e o fracasso é a anulação, o descaso,
é o deixar-se levar...
A vida é um barco que pede remos,
e disposição para remar.

Acalme-se!
Pegue no remo e aponte para uma
direção, a felicidade é o cais
dos que remam com o coração!

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!
   
-:¦:- E -:¦:-
 
Um Dia Abençoado para todos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!