20 de jun de 2012

O que trazemos e o que levamos...

.


:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Você vem ao mundo sem coisa alguma.
Assim, uma coisa é certa: nada lhe pertence.

Você vem absolutamente despido, porém com ilusões.
É por isso que toda criança nasce com as mãos
fechadas, cerradas, acreditando que está trazendo
tesouros, e aqueles punhos estão vazios.

E todos morrem com as mãos abertas.
Tente morrer com as mãos cerradas,
até o momento ninguém conseguiu.

Ou tente nascer com as mãos abertas,
ninguém conseguiu também. Nada lhe pertence,
então você está preocupado com qual insegurança?
Nada pode ser roubado, nada pode ser tirado de você.

Tudo o que você está usando pertence ao mundo.
E um dia você terá que deixar tudo aqui.
Você não será capaz de levar coisa alguma com você.

“Será que estou no caminho certo?”

As indicações de que você está no caminho
certo são muito simples:

a) Suas tensões começam a desaparecer.

b) Você fica mais e mais senhor de si.
Mais e mais calmo.

c) Encontrará beleza em coisas que jamais
concebeu pudessem ser belas.

d) As menores coisas começarão a ter
imenso significado.

e) O mundo inteiro se tornará mais e mais
misterioso a cada dia.

f) Você se tornará menos e menos culto e mais
e mais inocente como uma criança correndo
atrás de borboletas, ou pegando conchas
do mar numa praia.

g) Você sentirá a vida não como um problema,
mas como uma dádiva, uma bênção, uma graça.

Essas indicações crescerão continuamente se
você estiver na pista certa.

Baste-se!

Não dependa de nada para ser feliz.

Você tem a VIDA!

(trecho do livro "Mais Pepitas de Ouro", de Osho)

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!

-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!