19 de dez de 2016

TUA ALMA...

.

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Tua alma é uma luz - não a extingas...
Tua alma é uma harpa - não a destemperes...
Tua alma é um espelho - não o embacies...
Tua alma é uma flor - não a deixes murchar...
Tua alma é uma fonte - não lhe turves
as águas...
Tua alma é um santuário - não o profanes...
Tua alma é pura - respeita-lhe a pureza...
Tua alma é um mistério - mantenha segredo...
Tua alma é um arco-iris - contempla-lhe
OS primores...
Tua alma é livre - não a escravizes...
Tua alma é um sopro de Deus - defende-lhe
a vida divina...
Se tudo isto é tua alma, ó homem, por que
não fazes a tua vida à imagem e semelhança
de tua alma?...
Não foi o corpo que produziu a alma
- é a alma que produz o corpo...
É a alma que arquiteta o
edifício material de teu ser...
É a alma que forma as carnes,
Que difunde o sangue, que arma OS ossos,
Que distende OS nervos,
Que desdobra a pele
- que confere vida ao organismo inerte...
É a alma o princípio ativo que domina o
elemento passivo...
É a alma que pensa e quer, que sente e AMA,
que imagina e recorda...
É a alma que de maravilhas de ciência e
arte inundou a face DA terra...
É a alma que sobrevive imortal
ao corpo mortal...
É a alma que para uma vida ou dá uma nova...
Se tudo isto faz a alma, meu amigo,
Por que dás ao corpo as 24 horas do dia
e nenhuma hora à alma?
Por que não lhe dás
Ao menos uma hora por dia?...
Por que não a enriqueces, quando pobre?
Por que não a curas, quando enfêrma?...
Por que não a libertas, quando escrava?...
Por que não a robusteces, quando fraca?...
Por que não a alimentas, quando faminta?...
Por que não lhe dás de beber,
quando sequiosa?...
Por que não lhe dás orações,
Quando saudosa de luz?...
Por que não a fazes respirar na atmofesra
Divina quando desejosa de Deus?
Tem caridade com tua alma, ó homem
- porque tua alma é tua vida...
Tua alma és TU mesmo...

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!
  
-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!