9 de jan de 2013

Perdoar...

.

 
:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

“Se deixarmos a mágoa entrar em nossos
corações pela porta da frente,
a felicidade sairá pela porta dos fundos”.

Quando temos um ressentimento,
quase sempre queremos vingança.

Na realidade, porém, a forma eficaz de nos
sentirmos satisfeitos é o oposto da vingança.

Dizer as palavras: “Eu te perdôo” poderá
ser a atitude mais nobre que tomaremos.

Perdoar não significa ceder, mas esquecer.

Quando perdoamos, deixamos de estar
emocionalmente presos à pessoa que nos fez mal.

O perdão nos liberta do pesadelo com o outro,
permitindo-nos viver em estado de graça.

As pessoas poderão se sentir mais poderosas
quando cheias de raiva, mas o ato de perdoar
incute uma sensação de poder muito maior.

Quando perdoamos, recuperamos nosso poder
de escolha.

Não importa se o outro merece perdão;
importa que nós merecemos ser livres.

As pessoas insistem em nos fazer mal,
estão sempre colocando em prova nossa
paciência e tolerância.

Suportemos, com equilíbrio, os ataques,
a calúnia, o despeito e o ciúme dessas
pessoas que não conseguem esquecer
antigas desavenças.

Eles na realidade, são muito mais
ignorantes do que maus.

Talvez estejam passando por problemas
mais complexos e difíceis que os nossos.

Procuremos perdoar sempre, pois o
perdão nos levará à paz interior.

Depois de termos perdoado, rimos mais,
temos sentimentos mais profundos e ficamos
mais ligados aos outros, e os bons sentimentos
que geramos prepararão o caminho para uma cura
dos traumas que ainda virão.

A mágoa retida é doença para a vida, que lhe
corrói as forças físicas e envenena a alma.

É necessário, para nossa própria paz,
diante de quaisquer ofensas, perdoar sempre.

Este ato de perdoar deve ser carregado de
sentimento puro, pois que é proveniente do
coração, ele, será, sobretudo, uma forma de
reconciliação, com o seu irmão.

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!
   
-:¦:- E -:¦:-
 
Um Dia Abençoado para todos!!