9 de fev de 2010

Sementes do "eu" (Paulo Roberto Gaefke)

.

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Carregamos em nós mesmos, sementes.

São os genes da nossa alma,
aquilo que é de mais verdadeiro,
o que não conseguimos disfarçar,
nem podemos representar.

Espalhamos essas sementes por ai,
semeando paz em alguns lugares,
problemas em outros.

Não somos perfeitos...

Por isso, pense nas suas sementes,
o que você anda deixando por ai?

Quem vive nervoso, espalha raiva,
quem vive triste, semeia angústia,
quem vive reclamando, deixa discórdia,
quem vive de dores, espalha desânimo,
quem não se ama, não permite o amor,
quem não acredita em si mesmo,
não deixa nada...

Olhe bem para você!

Ainda que lhe falte um membro no corpo,
ainda que não tenha a visão ou
a mobilidade desejada,
ainda assim, você é perfeito,
pois todos nós podemos fazer
alguma coisa de bom,
deixar sementes perfumadas por onde andarmos,
através da nossa alegria, que contagia,
que esparrama sementes do bem,
que floresce em forma de flores do amor,
que dá frutos deliciosos por toda a cidade,
frutos que chamamos de felicidade.

Cuide bem das suas sementes!

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!
   
-:¦:- E -:¦:-
 
Um Dia Abençoado para todos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!